AlcobaçaEconomiaEducaçãoNazaréRegional

www.oestedigital.pt está online

O portal oestedigital.pt já se encontra online Com portal definitivo a partir de Junho A Associação de Municípios do Oeste, as doze autarquias associadas e outros dez parceiros lançam portal para a região António Paulo Aprovado em Outubro de 2004 e representando um investimento de 6,2 milhões de euros, comparticipados a 75 por cento por …


O portal oestedigital.pt já se encontra online

Com portal definitivo a partir de Junho

A Associação de Municípios do Oeste, as doze autarquias associadas e outros dez parceiros lançam portal para a região

António Paulo

Aprovado em Outubro de 2004 e representando um investimento de 6,2 milhões de euros, comparticipados a 75 por cento por fundos comunitários e nacionais, o “Oeste Digital”, projecto regional das Regiões e Cidades Digitais, integrado no Programa Operacional da Sociedade do Conhecimento, estará em funcionamento pleno até Junho deste ano, sendo financiado pelo menos, durante três anos. Depois, o caminho a seguir será o da auto-sustentado, com participação financeira das autarquias e dos outros parceiros que dinamizam o projecto, entre os quais se incluem a Associação de Municípios do Oeste em parceria com as doze Câmaras Municipais que a integram: Alcobaça, Alenquer, Arruda dos Vinhos, Bombarral, Cadaval, Caldas da Rainha, Lourinhã, Nazaré, Óbidos, Peniche, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras. Existem mais dez parceiros no projecto e que aceitaram o convite da AMO Associação Industrial da Região Oeste (AIRO), Associação de Produtores de Pêra Rocha (ANP), APAS Floresta, Codimaco, Escola Básica Integrada de Santo Onofre, Instituto Superior de Matemática e Gestão, Leader Oeste, Oeste-Online, Região de Turismo do Oeste e jornal digital Tinta Fresca. 

O “Oeste Digital” tem como principais objectivos o cidadão e a melhoria da sua qualidade de vida; a mobilização de toda a sociedade regional; o impulsionar da promoção e divulgação das ofertas instaladas na região; o impulsionar da modernização da administração local através da aposta no governo electrónico local em banda larga; a dinamização das infra-estruturas e acessibilidades de banda larga.

Desde Janeiro que está online o portal regional provisório, embora tenha já o endereço definitivo (www.oestedigital.pt), com o objectivo de dar a conhecer as linhas gerais do projecto e permitir aos parceiros a troca informações. Por outro lado, até Maio estarão disponíveis os 54 pontos de acesso à internet em toda a região Oeste, sendo então possível no âmbito do Oeste Digital, um utilizador ligar-se à internet através de um dos 54 pontos de acesso à banda larga que serão disponibilizados no Oeste.

Requerimentos, consultas e informações

Além dos “postos” colocados no interior de centrais de camionagem ou em edifícios dos paços do concelho, ou no exterior, como em parques, será ainda possível aceder à web através de um computador portátil ou de um PDA (computador de bolso) através das antenas instaladas, sendo que nalguns dos locais será mesmo disponibilizado um computador portátil. Os pontos de acesso na zona Oeste, serão divididos em função da população: Torres Vedras terá 12 pontos, Alcobaça 9, Caldas da Rainha 8, sendo um exterior, Alenquer 6, Peniche e Lourinhã 4 cada, Bombarral, Cadaval, Arruda dos Vinhos, Nazaré e Óbidos 2 cada, e Sobral de Monte Agraço apenas um.

Quando estiver a funcionar em pleno, através do portal será possível, por exemplo, efectuar requerimentos ou consultar processos em cada uma das doze autarquias, obter informações úteis sobre museus, farmácias, escolas ou outros serviços públicos e privados, obter informação sobre a actividade económica ou a eventos culturais previstos, números de emergência, horários de museus e hospitais, informação sobre escolas e farmácias, entre outras. Uma das funcionalidades do “Oeste Digital” será a atribuição a gratuita a quem o solicitar, de um mail com o domínio nome@oestedigital.pt, enquanto que a região ficará em rede e os municípios com os vários serviços e edifícios ligados entre si, de forma a implementar o e-government (governo à distância). O portal do Oeste Digital terá ainda uma ligação (link) aos sites dos parceiros) actuais e àqueles que vierem a aderir, mantendo-se a possibilidade de adesão sempre em aberto. Será também criado um Centro Tecnológico Único (CTU), onde ficarão ligados todos os parceiros e alojados os servidores.

Author: Jornal

Ver mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close